A partir do dia 9 de julho estarão abertas as inscrições do Prêmio e da Medalha do Mérito Funcional 2018. A premiação é concedida, anualmente, ao servidor/empregado público do poder executivo estadual que se destaca no exercício de suas funções específicas, através do desenvolvimento de uma ação inovadora, nas diversas áreas de atuação da Administração Pública Estadual.

Podem concorrer ao Prêmio e à Medalha do Mérito Funcional 2018 ações que foram implementadas há no mínimo 12 (doze) meses e no máximo 24 (vinte e quatro) meses, à época da inscrição do servidor/empregado público, e que seguem as diretrizes estratégicas da gestão estadual: Sociedade Justa e Solidária; Economia Para Uma Vida Melhor e Gestão Ética, Eficiente e Participativa.

A Escola de Gestão Pública do Estado do Ceará ressalta que as ações devem ter resultado no aprimoramento da gestão pública, através da simplificação de processos, da maior articulação entre planejamento e orçamento, da eficiência no uso dos recursos, da efetividade de resultados, da capacidade de respostas às demandas dos cidadãos, transparência das ações, da satisfação dos usuários e/ou da valorização do servidor.

Inscrição

De 9 de julho até 24 de agosto de 2018, as inscrições deverão ser feitas com o representante da área de recursos humanos de sua setorial, mediante o preenchimento do Formulário de Inscrição.

Clique aqui para baixar o cronograma do Prêmio e Medalha do Mérito Funcional

Saiba mais sobre os critérios para concorrer à premiação

As ações apresentadas serão avaliadas considerando todos os critérios a seguir relacionados:

– Inovação: desenvolvimento de estratégias e atividades adequadas, criativas e originais, ante o contexto em que o trabalho esteja inserido.

– Eficiência no Uso dos Recursos Públicos: responsabilidade e rigor no emprego dos recursos públicos, com o impacto no uso eficiente de recursos humanos, financeiros e físicos.

– Efetividade de Resultados: níveis de impacto das iniciativas e seus reflexos em relação à organização e seu público interno e/ou externo, evidenciados por indicadores de sucesso consistentes.

– Aprendizado Organizacional: ações coordenadas que visam ao acúmulo sucessivo do conhecimento na administração, através de ferramentas que colaboram com sua retenção e ao compartilhamento de experiências.

– Responsabilidade Social: iniciativas éticas e transparentes em relação a todos os públicos de seu relacionamento; serão contempladas as iniciativas inseridas no contexto de desenvolvimento sustentável, preservação ambiental e cultural que promovam o bem-estar social.

– Relevância da Ação: medida conforme o quanto o tema abordado, as estratégias e as ações desenvolvidas tenham consequências efetivas para o público beneficiário, principalmente o cidadão, o servidor público ou uma comunidade ou população-alvo específica.

– Possibilidade de Multiplicação: grau em que a ação contém elementos conceituais, estratégicos ou metodológicos que possam ser adaptados a outros contextos.

– Satisfação dos Cidadãos e Sociedade: iniciativas que estão alinhadas às necessidades dos cidadãos ou da sociedade, ou se antecipam a elas. Avaliação da satisfação dos usuários relativamente aos serviços ou produtos oferecidos.